Dióxido de Titânio é prejudicial à saúde?

O dióxido de titânio (TiO 2) é um ingrediente vital e importante em centenas de produtos. Suas propriedades variadas significam que pode ele ser usado de várias maneiras e em diferentes segmentos incluindo tintas, plásticos, tintas, papéis, cosméticos, produtos farmacêuticos e alimentos.

Descubra mais sobre as opções de uso neste artigo do nosso blog.

Ele tem sido usado com segurança por cerca de 100 anos em um número impressionante de produtos. Possui um histórico de aprovação regulatória, com avaliação científica completa e contínua de seus usos e produção.

Algumas curiosidades:

  • O TiO 2 é derivado de um dos materiais naturais mais abundantes da Terra e seu estado quimicamente estável fornece uma base para seu uso em inúmeras aplicações.
  • Vários estudos de longo prazo feito com trabalhadores com exposição regular ao dióxido de titânio não mostraram efeitos prejudiciais.

Ao longo dos anos, no entanto, sua onipresença levou a questionamentos e pesquisas para determinar se ele tem algum impacto em nossa saúde, bem como quaisquer efeitos colaterais associados à exposição. Essa preocupação é particularmente o caso em relação ao seu uso nas indústrias de alimentos e cosméticos.

Saiba mais sobre seu uso na indústria alimentícia.

A segurança do TiO2 foi avaliada por um grande número de autoridades regulatórias e tem sido consistentemente considerada segura para muitas de suas aplicações pretendidas.

O dióxido de titânio é seguro para os consumidores?

Sim, proveniente de um dos elementos mais comuns da Terra, o dióxido de titânio (TiO 2 ) foi confirmado por um grande número de órgãos reguladores como um material inerte e seguro.

Sua vibrante cor branca o torna uma substância ideal para muitos de seus usos. Também é usado com segurança como corante, protetor UV e espessante em alimentos e cosméticos, pois há baixos casos de alergia ou intolerância associada ao seu consumo ou aplicação.

A produção de dióxido de titânio é segura?

Na natureza, o titânio é frequentemente associado a outros elementos comuns, como o ferro. Dois métodos são usados ​​para separar essas substâncias para formar TiO2 puro: um processo de sulfato e um processo de cloreto.

Processos de produção semelhantes são usados ​​para fabricar metais de titânio para as indústrias aeroespacial, médica, construção naval e de construção. Assim como todos os processos químicos, eles estão sujeitos a leis ambientais rigorosas e ambos os métodos empregam e cumprem padrões rigorosos de saúde, segurança e manuseio.

Com um legado de cerca de 100 anos de produção segura e uso comercial seguro em um grande número de indústrias, o dióxido de titânio trouxe grandes benefícios para a sociedade, sem efeitos prejudiciais às pessoas ou ao meio ambiente.

Estudos de longo prazo demonstraram que o consumo, o uso e a produção de dióxido de titânio não prejudicam os seres humanos e muitos órgãos reguladores determinaram que ele é atóxico e não cancerígeno para os humanos.

A Fuzza Trade atua como distribuidora e agente exclusiva no Brasil, com estoque próprio do produto já nacionalizado ou intermediando negociação direta com o fornecedor. Antes de firmar a parceria, é desenvolvida uma planilha de custos para estudo de viabilidade que proporciona uma visão macro para os clientes e possibilita uma potencialização da parceira.

Em nosso portfólio temos o LA200, um Dióxido de Titânio especialmente indicado para uso na indústria alimentícia.

Entre em contato para conhecer mais sobre as soluções que a Fuzza Trade oferece.